terça-feira, 31 de março de 2015

O que separa os meninos dos homens

Autoproclamam-se eles
Vestidos em ternos
Os homens de bem

Os homens de bem
Vociferam uma cólera eterna
Travestidos de defensores
Mas de quem?

Dizem deles
Os meninos mal vestidos
Vieram direto do inferno

Dizem
Longe deles
O mais longe possível deles

Bradam
- Instrumentos do mal!
- Não são mais crianças!
- Redução da maioridade penal!
- Não são mais crianças!
- São monstros!
- Não são mais crianças!

Os meninos duvidam
Resistem à certeza medonha
Resistência é sina
Desconfiar, esperança

Se lhes fosse dada a palavra
Talvez perguntassem
- Senhor homem de bem
Que dia foi esse
Que a gente era criança?