segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Amplexo


... (                             Todo meu querer
É que te quero                         Enquanto amanheço
Entre parênteses                      Convexa nas côncavas
Guardados nas                         Covinhas de teu riso
Sombras do eclipse                 Que espreito no escuro
Que espreita o futuro               Pra que nos demore o tempo
E que demore o tempo            Discreto amuleto
De um beijo                             Guardadas na
Ou de uma vida                       Luz de um beijo
Todas as vidas
) ...


Nenhum comentário:

Postar um comentário